Princípios de trabalho

A Nova Versão Internacional é fruto do trabalho colegiado de especialistas evangélicos comprometidos com os fundamentos da fé bíblica. Os envolvidos nos trabalhos de tradução são pessoas que confiam na plena autoridade e fidedignidade da Bíblia, reconhecida como a Palavra de Deus.

Uma marca que emergiu desde os primeiros encontros da Comissão de Tradução foi o caráter espiritual do trabalho governando as pesquisas e discussões técnicas. Isso favoreceu o desenvolvimento do espírito de comunhão. Irmãos pertencentes às mais diversas denominações evangélicas unidos num mesmo propósito e buscando juntos a iluminação do mesmo Espírito que inspirou os escritores da Bíblia.

Todos os que foram convidados para o projeto (tradutores, revisores…) não somente precisavam ter os requisitos necessários de erudição, mas também deveriam considerar o trabalho como uma tarefa sagrada, honrando a Bíblia como sendo a inspirada Palavra de Deus. Deles foi exigido que afirmassem formalmente o que se declara no Pacto de Lausane.

Trabalhos e objetivos da nova tradução não
estiveram presos a interesses denominacionais

Os tradutores não se prenderam
a um único método de tradução

A NVI acompanha a variedade de gêneros, estilos e níveis estilísticos presentes nos originais bíblicos. Traz formas de apresentação que facilitam a leitura, a apreensão da natureza dos textos e sua compreensão.

Pacto de Lausane
Afirmo a divina inspiração, fidelidade e autoridade de todas as Escrituras do Antigo e do Novo Testamento como a única Palavra escrita de Deus, sem erro em tudo o que afirma, sendo a regra infalível de fé e prática.